segunda-feira, 13 de outubro de 2008

As tolices de grandes líderes evangélicos com os anticristos


O presidente da Frente Parlamentar Evangélica no Congresso Nacional, deputado federal João Campos, representou o Brasil na Conferência Internacional de Liderança. Essa conferência, que é parte integrante do Festival Global da Paz, aconteceu em Washington, EUA, de 8 a 11 de agosto de 2008 (http://chrislepel.spaces.live.com/blog/cns!FBBA22DEBC01E2D0!585.entry).
A Conferência Internacional de Liderança e o Festival Global da Paz — que contaram com a presença de João Campos, Apóstolo Doriel de Oliveira e Bispo Manoel Ferreira — estão sob a responsabilidade da Federação para a Paz Universal, que foi fundada pelo Rev. Moon, que se considera o Messias, ou Maitréia da Nova Era.

A conferência de Washington não é o primeiro evento de Moon que o Bispo Manoel Ferreira prestigia. No dia 24 de abril ele esteve na Conferência Internacional de Liderança promovida pela Federação para a Paz Universal (UPF) no Hotel Nacional, em Brasília. Durante a ocasião, ele teve uma importante conversa com o co-presidente da UPF internacional, Dr. Hyun Jin Moon.

Hyun Jin Moon, que é filho do fundador da Igreja da Unificação, explicou como a família Moon trabalha unida por Deus e pela paz e ressaltou a importância da união dos líderes mundiais em um bem comum, sem levar sem distinção de crença e religião.

Ele também disse:

“Por isso estamos aqui, unidos pela mesma fé, dialogando essa paz sem nenhuma
barreira e nem acepção. Uma mesma visão, missão e propósito para desvendar os
sonhos de Deus para toda a humanidade. Esta mensagem Jesus trouxe há dois
milhões de anos e alguma coisa desta mensagem ficou esquecida. Temos que
resgatar a esperança”.

Segundo seguidores de Moon no Brasil, várias estratégias futuras que Hyun Jin Moon vem pregando para o Movimento da Unificação já foram praticadas e implementadas na Legião da Boa Vontade (LBV), como o “Ecumenismo Total e Irrestrito”.

Manoel Ferreira, que é presidente do Conselho Nacional de Pastores do Brasil e deputado federal, se entusiasmou tanto com os contatos com a família Moon que ele declarou no plenário do Congresso Nacional em 6 de outubro de 2008:

“Gostaríamos de mais uma vez exaltar o magnífico trabalho realizado pela
Federação para a Paz Universal, a grande aliança global que se vem firmando em
torno da construção de um mundo de paz e harmonia, fraternalmente unido em nome
de Deus. A Federação para a Paz Universal é uma instituição ligada à ONU, com
sede em Nova York, Estados Unidos. A Federação para a Paz Universal busca
estabelecer laços cada vez mais consistentes entre as diversas religiões
cristãs, para um dia alcançar o sonho maior da Igreja da Unificação. Por outro
lado, vem trabalhando incessantemente em favor do diálogo entre todas as
crenças, na certeza de que o poder e o amor de Deus transcendem denominações,
culturas e credos, e devem constituir a busca primordial de todas as
civilizações. É com muita alegria e fé, pois, que assistimos ao sucesso
crescente das atividades da Federação, ao redor do globo”.

Ele também declarou: “O objetivo [da UPF] é a construção de uma rede global de líderes, que representem a diversidade étnica e religiosa da grande família humana, tendo em vista a superação de barreiras, conflitos e preconceitos, e a consolidação de uma nova era de paz entre todos os povos”.

Ele destacou que este ano o Brasil deverá sediar o Festival Global da Paz, com representantes da UPF de todo o mundo. O festival ocorrerá em Brasília, nos dias 5 a 7 de dezembro, e contará com a presença de Ferreira, que ainda disse: “Esse será um evento pela paz, não um evento religioso. Uniremos todo o País em um gesto de paz”.

Ferreira, que foi indicado para receber o prêmio Nobel da Paz, procura fortalecer sua indicação unificando forças com personalidades ecumênicas comprometidas numa agenda de harmonia e paz entre todas as religiões e pessoas. Nessa agenda, Israel tem um papel importante.

Não é a primeira vez que importantes integrantes da Frente Parlamentar Evangélica se envolvem com heréticos na questão da paz e Israel. Em 2005, quando se comemorou no Congresso Nacional o reconhecimento pela ONU do Estado de Israel, coube a William Soto Santiago uma participação de destaque. Segundo informação do Jornal Local: “William Soto, representando a comunidade evangélica, usou a tribuna de honra”. O mesmo jornal comentou ainda: “William Soto foi convidado especial da Associação Cristã Amigos Brasil-Israel (Haverimbril), presidida por Pedro Laurindo”. Participou também da comemoração o Dep. Pastor Pedro Ribeiro, que ajudou, a pedido de Laurindo, a trazer Soto para o evento no Congresso Nacional.

Pouco depois, a Frente Parlamentar Evangélica se arrependeu de ter dado oportunidade ao “Anjo do Apocalipse”, título ostentado por Soto. Reconheceu-se que foi um erro permitir que alguém envolvido em heresias representasse os evangélicos ocupando papel de honra na tribuna do Congresso.

Agora, Soto estará no Encontro Inter Religioso da América Latina e Israel juntamente com Manoel Ferreira e líderes espíritas, budistas, hindus e muçulmanos. O evento, que está sendo apoiado pela Haverimbril, ocorrerá na Capela Ecumênica da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, de 28 a 30 de outubro de 2008. A abertura será feita pelo governador do Rio, Sérgio Cabral, conhecido ativista pró-aborto e pró-homossexualismo.

A Haverimbril mantém fortes laços com os seguidores de Moon, tendo realizado, juntamente com a Federação para a Paz Universal, a I Conferência Brasileira pela Paz. Pedro Laurindo, que foi homenageado em setembro com o título de Embaixador da Paz e Grau de Cavaleiro Comentador da Paz pela Federação para a Paz Universal, se encontra hoje trabalhando como assessor no gabinete do Dep. Pastor Pedro Ribeiro, secretário-geral da Frente Parlamentar Evangélica.

É nesse clima de homenagens envolvendo o tema da paz, Israel, Manoel Ferreira, a Frente Parlamentar Evangélica e a Igreja da Unificação que o Dep. João Campos fez um discurso no plenário do Congresso Nacional em 9 de outubro de 2008. Elogiando a indicação de Ferreira a prêmio Nobel da Paz, ele disse:

“A própria ONU reconhece o papel da religião na promoção da paz, tanto que,
desde 2000, com a Cúpula do Milênio de Líderes Religiosos pela Paz Mundial, vem
apoiando o diálogo inter-religioso no mundo. Ciente da importância da religião
no mundo moderno, o Pastor Manoel Ferreira faz dos valores cristãos o alicerce
de sua vida pública, hoje coroada com um mandato parlamentar”.

O que resta aos evangélicos pensar com relação à conduta desses elevados líderes evangélicos? Em entrevista exclusiva ao Blog Julio Severo, Jamierson Oliveira, ex-editor da Revista Defesa da Fé e hoje editor geral da Bíblia Apologética de Estudos, comenta:

Realmente eu não me surpreendo quando vejo esses pastores apoiarem um anticristo
como é o líder da Igreja da Unificação, seita que nega as principais doutrinas
bíblicas.

Essa realidade triste indica duas coisas: Ou esses líderes não
conhecem a Bíblia e são pastores ignorantes acerca das Escrituras Sagradas, que
é um absurdo. Ou então eles são pastores conscientemente desobedientes à
Palavra, que é um absurdo ainda maior.

Biblicamente não existe comunhão
entre a mesa do Senhor e a mesa dos demônios (1 Co 10:14-21), nem entre luz e
trevas (2 Co 6:14). Quando fazemos isso desdenhamos a santidade de Cristo e
cometemos o pecado de sacrilégio, que a profanação de algo sagrado como o
ministério cristão.

A respeito desses líderes, a Bíblia tem uma palavra:
“Porque os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transformando-se em
apóstolos de Cristo”. Isso demonstra que, de uma perspectiva espiritual, o
problema é muito sério!

Embora a Bíblia contenha avisos fortes contra os anticristos, alguns líderes evangélicos pensam que podem se unir — com a assistência da ONU e seu governo mundial — a eles, aos Maitréias e aos Anjos do Apocalipse para promover a paz em Israel e no mundo. Mas eles não irão longe, “pois que, quando disserem: “Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão”. (1Tessalonicenses 5:3 ACF).

Para saber mais sobre o Rev. Moon, siga estes links:

Para saber mais sobre o Rev. Moon, siga estes links:

http://www.cacp.org.br/seitasdiversas/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=1282&menu=8&submenu=2

http://www.cacp.org.br/pseudocrista/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=392&cont=1&menu=11&submenu=1

Para saber mais sobre William Soto Santiago, siga estes links:
http://www.cacp.org.br/imprimir.aspx?article=398&cont=0&menu=9&submenu=1

http://www.cacp.org.br/entrevistas/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=1160&menu=17&submenu=2

Fonte: www.juliosevero.com

4 comentários:

Milene disse...

De fato é um absurdo que líderes evangélicos se envolvam dessa maneira com pessoas que são visivelmente servos de satanás. Esses líderes que usam o nome de Deus para se projetarem deveriam ser retirados da lideranaça da igreja pelo povo evangélico da mesma forma que se impede que um diácono venha estar atuando na casa de Deus quando este está vivendo em desacordo com a palavra. O homem tem agido em interesse próprio e não no nome de Cristo. A palavra fala que devemos viver em santidade e santidade significa viver separado do que profana a Cristo. Isto muito me deixa indiginada.
Milene Soares

Anônimo disse...

poxa fico indgnado de ver uma pessoa que diz servir a DEUS fazer um comentario desses,DEUS SE ENTRISTECE MUITO .MILENE FAÇA ORAÇAÕ POIS A BIBLIA DIZ NAÕ JULGUES PARA NAÕ SERES JULGADOS

Anônimo disse...

apoio o comentario da milene, podemos julgar, sim desde que nao tenha trave no meu olho. o brasil esta repleto de lideres evangelicos usurpadores da fe ladroes que so estao enrriquecendo com a fe do povo e puro comercio feito tb por a maioria dos cantores evangelicos que nao sao servos de Deus, amam seu proprio ventre, e falo com autoridade sou tb um pastor evangelico.

Anônimo disse...

A IGREJA NUNCA PRECISOU DO ESTADO PARA SE PROJETAR OU SOBREVIVER, MUITO PELO CONTRARIO. FOI JUSTAMENTE EM MEIO A PERSEGUIÇAO DA IGREJA PRIMITIVA QUE ESTA ESPERIMENTOU SEU MAIOR CRESCIMENTO NA HISTORIA. QUANDO A IGREJA, SOBRETUDO COM O IMPERADOR CONSTANTINO E COM OS NOSSOS LIDERES ATUAIS, PASSOU A ACREDITAR QUE POLITICA E FÉ PODERIAM ANDAR JUNTAS UMA GAMA DE MAUS PRINCIPIOS E ERESIAS FORAM IMPLANTADAS NO MEIO DO EVANGELHO DE CRISTO, FAVORECENDO A PROLIFERAÇAO DE CRENTES ESPIRITUALMENTE MORNOS.
HOJE,TORNOU COMUM EXPRESSOES COMO: "A IGREJA PRECISA DE POLITICOS, HOMENS DE DEUS, PESSOAS PARA DEFENDEREM SEUS INTERESSES!", UM ABSURDO! NEM JESUS, NEM SEUS DISCIPULOS NUNCA PROCURARAM SE UNIR A POLITICA POIS SABIAM QUE SEU REINO NAO ERA AQUI. HOJE, APLICA-SE MUITO DINHEIRO EM GRANDES TEMPLOS FARAÔNICOS, FAZ-SE TODO TIPO DE ALIANÇA PARA A GARANTIA DE APOIO POLITICO-FINANCEIRO, ENQUANTO A MISSAO PRINCIPAL DE ANUNCIAR O EVANGELHO É POSTA EM DETRIMENTO. AS VEZES ME PERGUNTO O QUE UM PASTOR COMO O MANOEL FERREIRA, JA EM IDADE AVANÇADA, TAO PERTO DA ETERNIDADE,COM TANTAS COISAS IMPORTANTES PARA SE PREOCUPAR QUER COM A POLITICA, PREMIO NOBEL DA PAZ, DENTRE OUTRAS ILUSOES DE GLORIA.
DINHEIRO, FAMA, HONRA, PODER, STATUS, UM REINO PARA O TAO MAL FALADO SAMUEL FERREIRA-PERGUNTO-.
NOSSOS LIDERES BUSCAM TUDO AQUILO QUE JESUS TINHA PODER E CONDIÇOES DE ADQUIRIR, MAS NEGOU POR SABER QUE ESTE MUNDO E TODAS SUAS CONCUSPICIENCIAS SAO DO MALIGNO! "TUDO ISSO TE DAREI SE PROSTADO ME ADORARES!".
TUDO ISTO AQUI É VAIDADE, TUDO PASSA! MANOEL FERREIRA JÁ MUCHOU, SAMUEL FERREIRA RAPIDAMENTE MUCHARÁ! ESTE MUNDO PASSARÁ!
A ETERNIDADE NOS DIRÁ QUEM ESTÁ COM A RAZAO!
DIGO A TODOS IRMAOZINHOS, PESSOAS HUMILDES DE NOSSAS IGREJAS QUE PERMANEÇAM FIRMES POIS JESUS DISSE: "NAO ACUMULEIS TESOURO NA TERRA...ACUMULEI TESOUROS NO CÉU!"
A PALAVRA DIZ QUE DEUS OCULTOU SEUS MISTERIOS, SEGREDOS AOS SABIOS, ENTENDIDOS, DOUTORES-BISPOS-PASTORES E A REVELOU AOS PEQUENINOS!!!!
ALELUIA, POIS OS VEREI NO CÉU!